Ana Clara Cabral
Advogada, Professora, Escritora, Poetisa.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
As flores têm cheiro de vida!


(RE) inventando...
O dia amanheceu triste como em uma solenidade de cremação. As cinzas do passado se foram com o vento, trazendo de volta o pensamento lúcido. Resolvi visitar lugares desabitados e desconhecidos dentro de mim. Comecei fechando algumas portas para agasalhar as ideias e ouvir o que o silêncio tinha a me dizer. Abri janelas para arejar as dúvidas e senti coisas que eu julgava importantes escorregarem entre os meus dedos.
Percebi que percorrer em linha reta não prejudica o percurso, desde que não esteja na contramão.
O tempo cura feridas, mas também resseca sentimentos e todo (re) começo exige uma descoberta.
Me (re) inventar ainda é a melhor forma de me surpreender.
Com compreensão e dedicação é possível, sim, amores sólidos em tempos tão líquidos. E o eu lírico desse texto, caro leitor, pode ser qualquer um de nós, basta estarmos vivos (ou mortos).
Beijos e poesias!
Ana Clara Cabral
Enviado por Ana Clara Cabral em 27/11/2017
Alterado em 21/05/2018
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

A lira da alma feminina R$20,00
Meu amigo Bily R$25,00